ANÁLISE ENERGÉTICA DA PRODUÇÃO DE BIOGÁS EM ATERRO SANITÁRIO

  • Dayse Pereira do Nascimento Programa de Pós-Graduação em Energias Renováveis – Universidade Federal da Paraíba

Resumo

Este trabalho mostra os resultados obtidos para a análise energética do Aterro Sanitário Metropolitano de João Pessoa. Após estabelecimento de restrições de produção e operação dos motores, selecionou-se o motor Jenbacher 620 GS-BL (F21) devido a sua maior produção de eletricidade, que ao longo da vida útil do aterro, pode chegar a 21,3 GWh. Calculou-se também a quantidade de calor cogerado, que nos primeiros anos de funcionamento do aterro não é suficiente para evaporação do lixiviado. Porém este pode ser armazenado até que que se obtenha suficiente calor, e a planta de tratamento de lixiviado começa a operar. A análise econômica considerou a possibilidade de venda da eletricidade gerada, e os gastos associados a operação e manutenção da planta de cogeração. Após alguns anos de operação, com o aumento da produção de eletricidade aumenta também a receita e, portanto, o resultado líquido econômico é positivo, certificando que a instalação proposta é rentável.

Biografia do Autor

Dayse Pereira do Nascimento, Programa de Pós-Graduação em Energias Renováveis – Universidade Federal da Paraíba

 Autores

Dayse Pereira do Nascimento1(dayse.pereira@cear.ufpb.br), Daniel de Paula Diniz1(danieldiniz@cear.ufpb.br), Ricardo Chacarteghi2(ricardoch@us.es), Monica Carvalho3(monica@cear.ufpb.br)

1 Programa de Pós-Graduação em Energias Renováveis – Universidade Federal da Paraíba

2 Escuela Técnica Superior de Ingeniería - Universidad de Sevilla – Espanha

3 Departamento de Energias Alternativas e Renováveis - Universidade Federal da Paraíba

Publicado
2019-06-14