Poluição por resíduos sólidos em um trecho do Igarapé do Mindu (Manaus-AM): origem, classificação de resíduos e identificação de lixeiras viciadas

  • Amanda Cristina Souza Barreto

Resumo

O Igarapé do Mindu é um dos recursos hídricos mais importantes de Manaus-AM e que mais sofre com o descarte indevido de lixo às suas margens. Partindo dessa problemática, o objetivo deste trabalho é compreender e caracterizar a deposição inadequada de resíduos sólidos num trecho do Mindu que vai de suas nascentes até o Parque Municipal do Mindu, onde se concentram as ações de limpeza do Igarapé. Para isto, escolheram-se 9 pontos ao longo do trecho delimitado para caracterização da ocupação do entorno, verificação da presença de mata ciliar e de lixeiras viciadas, bem como a classificação dos resíduos encontrados, com base na NBR 10004/2004 e na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Como resultado, verificou-se ocupação irregular nos 4 pontos mais próximos da nascente, presença de resíduos sólidos em todos os pontos do igarapé e lixeiras viciadas em 3 dos 9 pontos visitados. Também se verificou que os resíduos encontrados são provenientes de atividade residencial e comercial, os quais facilmente poderiam ser destinados ao aterro sanitário, através da coleta domiciliar, ou encaminhados à coleta seletiva. Por fim, evidencia-se a necessidade de trabalhos de conscientização da população para maior efetividade das ações de preservação do igarapé coordenadas pelo Poder Público.

Biografia do Autor

Amanda Cristina Souza Barreto

Auores:

Amanda Cristina Souza Barreto1(amanda.c.s.barreto@gmail.com), Isabela Cristina de Lima Guedes2(isabelaclguedes@hotmail.com)

1 Universidade do Estado do Amazonas

2 Universidade Nilton Lins

Publicado
2019-06-14