GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO SETOR HOTELEIRO

  • Igor do Nascimento Quaresma Universidade Federal da Paraíba

Resumo

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) foi instituída pela Lei Federal Nº 12.305, de 02 de agosto de 2010, e dispõe sobre a gestão de resíduos sólidos. Os resíduos sólidos urbanos (RSU) são aqueles oriundos do somatório dos resíduos domiciliares com os resíduos de limpeza urbana. No entanto, a depender de suas características, os resíduos de estabelecimento comerciais podem ser enquadrados como resíduos sólidos urbanos. Quanto aos estabelecimentos comerciais, destaca-se o segmento hoteleiro e a indústria turística em si como um segmento em evolução. Esse artigo tem como objetivo realizar uma revisão bibliográfica acerca da geração de resíduos sólidos no setor hoteleiro. A base de dados utilizada para a realização da revisão bibliográfica foi a Scopus. Como resultado, foram identificados124 artigos, dos quais 18 se encaixam nos critérios adotados para análise. A taxa de geração de resíduos sólidos no setor hoteleiro apresenta grande variação, de 0,29 a 2,28 kg/pessoa/dia. A maioria dos resíduos sólidos gerados pelos hotéis é orgânico (55,4%), seguido pelos recicláveis (31,6%). A indústria hoteleira se apresenta como uma grande geradora de resíduos sólidos, e da mesma forma, oferece um grande potencial para práticas de compostagem e reciclagem.

Biografia do Autor

Igor do Nascimento Quaresma, Universidade Federal da Paraíba

Igor do Nascimento Quaresma¹ (igor_nq@hotmail.com), Gilson Barbosa Athayde Junior¹ (gilson@ct.ufpb.br)

1 Universidade Federal da Paraíba

Publicado
2019-06-14