COMPONENTES FISIOLÓGICOS DE MUDAS DE ABACAXIZEIRO IMPERIAL SUBMETIDO A DIFERENTES PROPORÇÕES DE LODO DE CURTUME NO SUBSTRATO

  • Laís Gertrudes Fontana Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - Campus Itapina

Resumo

Atualmente existe um amplo potencial do uso de resíduos industrias na agricultura, inclusive na produção de mudas. Para isso, tornam-se necessários estudos da aplicação desses resíduos em espécies vegetais de importância econômica na agricultura, como o abacaxizeiro. Associado a sustentabilidade, a busca por novas cultivares de abacaxis resistentes a fusariose também se torna alvo de pesquisas nesta área. O objetivo deste trabalho foi avaliar o estado fisiológico das mudas de abacaxizeiro em resposta as diferentes concentrações de lodo de curtume no substrato. O experimento foi conduzido em viveiro de propagação de mudas irrigado utilizando a cultivar ‘BRS Imperial’ com delineamento inteiramente casualizado, sendo 6 tratamentos (0, 500, 1000, 2000, 3000, 4000 gramas de lodo de curtume/planta) e 6 repetições. Ao fim do experimento foram avaliados os componentes fisiológicos das mudas. As concentrações do resíduo industrial estudada neste trabalho não foram satisfatórias, acarretando a necessidade de outros estudos com doses menores. 

Biografia do Autor

Laís Gertrudes Fontana Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - Campus Itapina

 Autores

Laís Gertrudes Fontana Silva (laiisfontana@gmail.com),

Nadhyla Pião Felberg (nadhyla.felberg@gmail.com),

Bianca de Barros (biahflegler@gmail.com),

Leonardo Martineli (leonardo.martineli@ifes.edu.br),

Vinicius Quiuqui Manzoli (viniciusquiuqui@outlook.com),

Sávio da Silva Berilli (berilli@gmail.com)

 

1 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - Campus Itapina

Publicado
2019-06-14