ANÁLISE HISTÓRICA DA GERAÇÃO, COLETA E DESTINAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO BRASIL

  • Natália Boll1 Universidade Luterana do Brasil - ULBRA/Canoas

Resumo

O crescimento populacional, a migração das zonas rurais para as zonas urbanas e a alteração no estilo de vida acarretam em um aumento na geração de RSU, o que, devido à ausência de destinações ambientalmente adequadas, têm se tornado um dos grandes problemas da sociedade moderna. Considerando isso, esse artigo tem por objetivo realizar uma análise histórica da geração, coleta e destinação dos resíduos sólidos urbanos no Brasil no período que compreende os anos de 2003 a 2017. A pesquisa foi realizada a partir da análise dos dados presentes nos relatórios da ABRELPE – Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, e analisados por meio de ferramentas estatísticas. Como resultado, observa-se a geração de RSU teve seu crescimento anual mais acentuado no ano de 2012, onde houve um aumento de 18,49% em relação ao ano anterior, 2011. Já com relação à coleta, observou-se que maior percentual de coleta em relação ao volume gerado ocorreu no ano de 2007, com 89%. Em relação a destinação notou-se que ainda há um índice considerável de RSU dispostos de forma inadequada (Lixão e Aterro Controlado) tendo no ano de 2015 o maior percentual de resíduos dispostos na forma adequada (Aterro Sanitário).

Biografia do Autor

Natália Boll1, Universidade Luterana do Brasil - ULBRA/Canoas

Natália Boll1 (natalia.boll@hotmail.com), Gabrielle Zanin1 (gabi_brehm@hotmail.com), Gabriela Peretti1 (gabriela.peretti@hotmail.com); Cristine Santos de S. da Silva (cristine3s@hotmail.com)2

 

1 Engenharia Ambiental e Sanitária - Universidade Luterana do Brasil - ULBRA/Canoas

2 Bióloga. Dra em ensino de Ciências - Professora e Pesquisadora da ULBRA/Canoas

Publicado
2019-06-14