RESÍDUOS SÓLIDOS E O MEIO AMBIENTE: PROPOSTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DO PROJETO “RUA LIMPA, CIDADE LIMPA” EM RIO DAS OSTRAS-RJ.

  • Nathalia Ferreira da Cunha Universidade Federal do Rio de Janeiro – Campus Macaé

Resumo

As questões ambientais têm se destacado cada vez mais no cenário mundial nas últimas décadas, inspiradas pelos grandes eventos ambientais em decorrência das alterações climáticas e questionamentos sobre a forma como o homem se relaciona com o meio. Todos os seres, em suas relações com os recursos naturais produzem resíduo. Em se tratando do homem, o consumo de recursos e a geração de resíduos tem proporcionado grandes impactos no meio ambiente, haja vista o crescente consumo, que requer o uso de mais recursos naturais para tal produção. Um dos grandes problemas apontados por gestores é o gerenciamento de resíduos sólidos. De forma a entender a dinâmica da gestão dos resíduos sólidos e estratégias para sua gestão, o presente artigo buscou tratar dessa questão pelo município de Rio das Ostras-RJ, através do levantamento documental e visita aos espaços responsáveis por essas práticas. Durante anos, o município desenvolveu o Projeto “Rua Limpa, Cidade Limpa”, o qual envolveu estratégias de educação ambiental, aliadas à gestão de resíduos, com participação de diversos setores. A ideia inicial em ambiente escolar, logo tomou proporções maiores, tornando-se um evento de bairro, com parcerias com as mais diversas entidades ambientais do município. Por ter, segundo a visão da gestão, uma “cara do governo anterior”, em 2012, teve fim, assumindo outros nomes e ideologias nos anos seguintes. A dificuldade de consolidar a Educação Ambiental a nível municipal é desvincular a ação de uma chancela governamental que acaba não permitindo a continuidade das ações.

Publicado
2019-06-14