USO DA GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE MARANGUAPE, CEARÁ

  • Jessica Maria da Silva Pacheco Universidade Federal do Ceará

Resumo

A gestão integrada de resíduos sólidos urbanos apresenta-se como um desafio complexo, especialmente para as administrações públicas municipais, que são responsáveis pelo fornecimento desse serviço público em seus territórios. A elaboração de um diagnóstico participativo, que identifique a situação dos resíduos gerados, bem como caracterize esses resíduos e os demais agentes envolvidos, torna-se uma ferramenta essencial para uma gestão de resíduos sólidos adequada. Portanto, o objetivo do presente estudo foi realizar um diagnóstico da situação atual dos resíduos sólidos urbanos da cidade de Maranguape-CE para fins de elaboração de ações voltadas a uma gestão integrada dos resíduos sólidos municipais. A cidade de Maranguape localiza-se na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e possui aproximadamente 113.561 habitantes. O estudo caracterizou-se como sendo de caráter exploratório e descritivo, onde realizou-se uma detalhada análise documental. Os resultados obtidos mostraram que o órgão gestor dos resíduos sólidos no município é a Secretaria de Infraestrutura e os serviços são prestados por uma empresa contratada. A cidade dispõe parte dos seus resíduos no aterro sanitário de Maracanaú e outra parcela no Lixão de Amanari. Existem muitos catadores informais no município, trabalhando inclusive no lixão. Apesar disso, Maranguape conta com uma associação de catadores de materiais recicláveis bastante ativa. Os resultados permitiram concluir que a cidade apresenta falhas na gestão integrada de seus resíduos sólidos. Logo, sugere-se a realização de um consórcio público, o fortalecimento e incentivo à coleta seletiva e o desenvolvimento de projetos e programas de educação ambiental continuada com os residentes e agentes sociais locais.

Biografia do Autor

Jessica Maria da Silva Pacheco, Universidade Federal do Ceará

Jessica Maria da Silva Pacheco1 (jessica.pacheco02@gmail.com), Beatriz Lopes e Figueredo2 (beatrizlopesif@gmail.com), Deborah Maria Passos Lopes3 (deborah.maria.passos@gmail.com), Edson Vicente da Silva4 (cacauceara@gmail.com)

1 Universidade Federal do Ceará