ANÁLISE COMPARATIVA DAS PROPRIEDADES FÍSICAS E MECÂNICAS ENTRE AGREGADOS RECICLADOS E NATURAIS

  • Cleber Luis Pedroso Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Resumo

Com a crescente preocupação dos diferentes setores da indústria com a questão ambiental, o setor da Construção Civil, por ser um dos maiores geradores de resíduos, provenientes das construções e/ou demolições, começou a se aprofundar em pesquisas utilizando diferentes alternativas para o menor descarte destes materiais na natureza. Uma destas opções é a britagem e o peneiramento dos resíduos cimentícios e cerâmicos para posterior utilização como agregado, tanto miúdo, como graúdo, em argamassas e concretos reciclados. Neste sentido, este estudo visou analisar a usabilidade destes agregados em argamassas, comparando as propriedades dos agregados através de ensaios de granulometria, massa específica, massa unitária e teor de inchamento, entre os agregados naturais e reciclados, comparou ainda a consistência pela mesa de abatimento e a resistência através do ensaio de resistência à compressão axial. Os resultados demostraram que a utilização de agregados miúdos reciclados para a confecção de argamassas é uma alternativa interessante, visto que a resistência das argamassas confeccionadas com 100% de agregado reciclado ficou muito próxima da argamassa com agregado natural. Já nas propriedades físicas dos agregados, o teor de umidade dos agregados reciclados foi bastante alta, tal fato pode ser explicado pela quantidade de argamassa aderida ao material reciclado, bem como as suas elevadas taxas de porosidade.

Biografia do Autor

Cleber Luis Pedroso, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Cleber Luis Pedroso1 (cleber.ped@gmail.com), Daniela Evaniki Pedroso2 (daniela.pedroso@utp.br), Paulo Eduardo de Melo Paris2 (paulomparis@gmail.com),

Felipe Barczak2 (felipebarczak@hotmail.com).  

1 Universidade Tecnológica Federal do Paraná

2 Universidade Tuiuti do Paraná