AÇÕES DE VANDALISMO E PREJUÍZOS AO SANEAMENTO BÁSICO: UM ESTUDO DIAGNÓSTICO REALIZADO NA CIDADE DE CANOAS/RS

  • Tuane de Almeida Pereira Universidade Luterana do Brasil - ULBRA/Canoas

Resumo

Este trabalho apresenta um estudo diagnóstico acerca das ocorrências de vandalismo nas Estações de Bombeamento de Esgoto - EBEs, localizadas na cidade de Canoas/RS. A metodologia adotada foi o levantamento de dados junto à concessionaria do serviço de saneamento e a sobreposição de layers, considerando o IDHM e a localização das estações. Os resultados apontam que no período entre 2016 e 2018, 58% das EBEs foram alvo de vandalismo. Ao tentar relacionar o IDHM com as ocorrências de vandalismos observou-se que a região com IDHM Muito Alto foi a que apresentou menor percentual de vandalismo (pouco mais de 43%) em relação as demais regiões, que apresentaram índices percentuais superiores a 70%. Conclui-se que é necessário que se invista em ações de educação ambiental para conscientização da população acerca da importância do saneamento básico, bem como da proteção e conservação de suas estruturas, meios pelos quais a qualidade de vida e do ambiente são favorecidas, sendo assim garantida não apenas para a geração presente, mas também para as futuras gerações.

Biografia do Autor

Tuane de Almeida Pereira, Universidade Luterana do Brasil - ULBRA/Canoas

Tuane de Almeida Pereira1 (tuaneapereira@gmail.com); Cristine Santos de Souza da Silva2 (cristine3s@hotmail.com); Cristiano Cardoso Locatelli3 (cristiano.locateli@corsan.com.br);

Luís Felipe Schvambach3 (Luisaosch@gmail.com), Guilherme Weissheimer Pinheiro3 (Guilherme.pinheiro@corsan.com.br)

 

1 Engenheira Ambiental e Sanitarista - Universidade Luterana do Brasil - ULBRA/Canoas

2 Professora e Pesquisadora da Universidade Luterana do Brasil - ULBRA/Canoas

3 Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN) - Coordenadoria Especial de Operações