REDUÇÃO DOS RESÍDUOS NA CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES BRASILEIRAS: REVISÃO COMPARATIVA ENTRE O SISTEMA TRADICIONAL E PRÉ-FABRICADO

  • Prof Esp. Antonio Cláudio Centro Universitário de João Pessoa - UNIPE

Resumo

Este artigo aborda a discussão sobre a geração de resíduos e as consequentes perdas físicas de vários materiais, considerando como referência nos processos construtivos tradicionais e pré-fabricados no contexto da construção de casas populares. Inicialmente foram caracterizados os dois conceitos de projeto para o entendimento das dinâmicas executivas de cada sistema, considerando-se um padrão mínimo de especificações dos materiais de acabamento comuns aos dois para evitar disparidades pela sobreposição dos resíduos construtivos sobre os resíduos do acabamento. Este equacionamento proposto sobre o processo construtivo de casas populares focaliza apenas os aspectos construtivos essenciais dos sistemas estudados objetivando uma maior precisão nesta proposta de revisão em estudos publicados, detectando-se os consumos que excedem os especificados. O resultado da revisão apresentou valores comparativos da soma das perdas dos materiais totais que saem da obra como entulho considerado desperdício, indicando o sistema pré-fabricado como o mais eficiente no concernente a geração de detritos. Essa conclusão também aponta para a necessidade de melhoramentos na prática do sistema tradicional da alvenaria de blocos ainda dominante no cenário da construção brasileiro.

Biografia do Autor

Prof Esp. Antonio Cláudio, Centro Universitário de João Pessoa - UNIPE

Prof Esp. Antonio Cláudio Ximenes Massa¹ (antonio.massa@unipe.edu.br), Profª. Drª. Pollyana Caetano Ribeiro Fernandes² (pollyana@cear.ufpb.br), Prof. Dr. Marçal Rosas Florentino Lima Filho² (marcal@cear.ufpb.br)

1 Centro Universitário de João Pessoa - UNIPE

2 Universidade Federal da Paraíba - UFPB