SIG APLICADO À SELEÇÃO DE ÁREAS PONTENCIAIS PARA INSTALAÇÃO DE ATERRO SANITÁRIO NO MUNICÍPIO DE CACOAL - RONDÔNIA

  • Cindy Deina Farto Universidade Federal da Paraíba

Resumo

O uso de aterros sanitários é o método mais adequado para a disposição final de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) no Brasil. No entanto, determinar a localização desses aterros é um processo difícil e complexo, pois, para tal, devem-se combinar parâmetros sociais, ambientais, econômicos e técnicos, dentre outras questões legais. Assim, o objetivo deste artigo foi selecionar áreas potenciais para implantação de um aterro sanitário para o município de Cacoal, Rondônia e comparar três redes de drenagem diferentes, gerando assim, três mapas com as áreas potenciais para a implantação do aterro. Para isso, foi utilizado os softwares Google Earth Pro, AutoCad, ArcGIS 10.2.2 e IDRISI Kilimanjaro como ferramentas de análise das seguintes variáveis: hidrografia, declividade, rodovias, aeroporto, mancha urbana e Unidades de Conservação. Esses critérios se basearam nas especificações dadas pela NBR 15849/2010 e pela portaria 247GCS/2011. Os resultados revelaram que o mapa final que apresentou maior porcentagem de áreas inaptas, ou seja, o que teve a maior restrição em relação aos critérios, foi o mapa final obtido através da hidrografia do SRTM apresentando um percentual de 58,04%, enquanto que os outros dois resultados, obtiveram valores de 45,28% e 48,17%, respectivamente, para as drenagens do SEDAM e da ANA. Portanto, pode-se concluir que os resultados obtidos no presente estudo, revelam o SIG como uma ferramenta útil e ágil na integração de informações espaciais para tomada de decisão no processo de avaliação e seleção de áreas aptas à implantação de aterros sanitários.

Biografia do Autor

Cindy Deina Farto, Universidade Federal da Paraíba

Cindy Deina Farto1 (cindydeina2012@gmail.com), Samara Teixeira Pereira1 (samaraeng.amb@gmail.com)

1 Universidade Federal da Paraíba