ANÁLISE DOS DESLOCAMENTOS VERTICAIS OCORRIDOS EM UM ATERRO SANITÁRIO EM FASE DE OPERAÇÃO

  • Cláudio Luis de Araújo Neto Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Resumo

O monitoramento dos deslocamentos verticais é um relevante instrumento balizador nas diversas atividades envolvidas no projeto, planejamento e operação de um aterro sanitário. Analisados de forma conjunta a outros fatores, os deslocamentos verticais, possibilitam a avaliação contínua das condições de estabilidade, direcionando diversas atividades e medidas preventivas e corretivas para manutenção do aterro sanitário. O objetivo desse trabalho foi avaliar os deslocamentos verticais ocorridos entre e agosto e dezembro de 2018 no aterro sanitário em Campina Grande – PB. O monitoramento dos deslocamentos foi realizado por meio de medições topográficas, com leituras semanais da posição dos marcos superficiais em relação aos marcos fixos. Verificou-se um aumento gradativo dos deslocamentos verticais da Célula do Aterro Sanitário ao longo do tempo, com deslocamento cumulativo total máximo de 361 mm, deformação máxima de 8,7% e velocidade de deslocamento máxima de 6,36 mm. dia-1. Conclui-se que o aterro sanitário segue com recalques uniformes e com velocidades estáveis de deformação, não ultrapassando os níveis de alerta.

Biografia do Autor

Cláudio Luis de Araújo Neto, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Cláudio Luis de Araújo Neto1,2 (claudioluisneto@gmail.com), Renan Ítalo Leite Gurjão1 (renan.ilg@gmail.com), Jefferson Honório Gomes da Silva1 (jefferson389@hotmail.com), João Keverson Lima de Oliveira2(joaokeverson@gmail.com), Jefferson Rocha Trindade1 (jeffersonrchtrindade@gmail.com), William de Paiva3(wili123@ig.com.br)

1 Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

2 Centro Universitário Maurício de Nassau - UNNINASSAU

3 Universidade Estadual da Paraíba - UEPB