LIXIVIAÇÃO E SOLUBILIZAÇÃO DE ELEMENTOS CONTAMINANTES DE REJEITO DE FLOTAÇÃO DE MINÉRIO DE FERRO – ANÁLISE PARA APROVEITAMENTO DO REJEITO EM PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA

  • Fernanda Maria Belotti Universidade Federal de Itajubá – Campus Itabira

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar os riscos de contaminação ambiental advindos do aproveitamento de rejeitos de flotação de minério de ferro na construção de pavimentos rodoviários. Amostras de rejeito foram submetidas a ensaios de lixiviação segundo ABNT NBR 10005 e de solubilização segundo ABNT NBR 10006. Os resultados indicaram que nos ensaios de lixiviação todos os elementos analisados - arsênio, bário, cádmio, chumbo, cromo, fluoreto, mercúrio, prata e selênio estiveram dentro do limite preconizado pela NBR 10004 para classificação de resíduos. Os resultados dos ensaios de lixiviação indicam que não há risco de lixiviação de contaminantes do rejeito de flotação de minério de ferro. Os resultados dos ensaios de solubilização indicaram a conformidade com a NBR para os parâmetros alumínio, arsênio, bário, cádmio, chumbo, cianeto, cloreto, ferro, fluoreto, mercúrio, cobre, cromo, nitrogênio nitrato, prata, selênio, sódio, surfactantes e zinco. Os teores de fenóis e de manganês estiveram acima da norma em todas as amostras analisadas, exceto para fenóis na amostra de número doze. Os resultados dos ensaios de solubilização indicam, portanto, a necessidade de avaliar o comportamento destes elementos quando misturados aos demais componentes comumente utilizados em pavimentação asfáltica. Recomenda-se a confecção de corpos de prova simulando a composição real das camadas de pavimentos e a realização de ensaios de lixiviação e solubilização nos mesmos, buscando avaliar a influência dos demais componentes de pavimentos na redução da solubilidade do manganês e dos fenóis, de forma a garantir que os teores destes elementos sejam mantidos dentro do preconizado pela NBR.

Biografia do Autor

Fernanda Maria Belotti, Universidade Federal de Itajubá – Campus Itabira

Fernanda Maria Belotti1 (fernandabelotti@unifei.edu.br), Marcela Roberta Almeida Ferreira1(marcelarobertaaf@gmail.com), Sérgio Pacífico Soncim1 (sergiops@unifei.edu.br), Marconi Oliveira de Almeida1(marconi.almeida@unifei.edu.br), Carlos Augusto de Souza Oliveira1(drcarlosaugustooliveira@gmail.com), Erinaldo Hilário Cavalcante2(erinaldohc@gmail.com), Laís Resende3(lais.resende@vale.com)

1 Universidade Federal de Itajubá – Campus Itabira

2 Universidade Federal de Sergipe

3 Vale S.A.