VALORAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAL DE LAMA VERMELHA EM MATERIAL COMPÓSITO

  • Deibson Silva da Costa Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Ananindeua Faculdade de Engenharia de Materiais
  • Luis Felipe Alencar Brandão Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Ananindeua Faculdade de Engenharia de Materiais
  • Amanda Chaves de Azevedo Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Ananindeua Faculdade de Engenharia de Materiais
  • Hellen Cristina Mendonça Coelho Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Ananindeua Faculdade de Engenharia de Materiais
  • José Antônio da Silva Souza Universidade Federal do Pará Faculdade de Engenharia Química

Resumo

O artigo tem como intuito, analisar a aplicação de resíduos de lama vermelha em compósitos poliméricos, através da caracterização mecânica (flexão e impacto) e retardância à chama, a lama vermelha proveniente de indústrias da região do estado do Pará. A resina utilizada foi a poliéster insaturada isoftálica juntamente com acelerador de cobalto e o iniciador nas proporções de 1,5 % e 1 % em v/v respectivamente. O método de fabricação dos compósitos utilizado foi o hand lay-up em moldes metálicos fechados. Os resíduos de lama vermelha foram classificados utilizando-se peneira de 100 mesh (abertura de 0,149 mm). As proporções em fração mássicas dos resíduos foram de 10 %, 20 % e 30 %. Os compósitos em formato de placas retangulares foram ensaiados de acordo com as normas de flexão (ASTM D 790) e impacto (ASTM D 6110). Os ensaios de retardância a chama foram realizados conforme a norma ASTM D 635. Os resultados mecânicos de flexão e impacto foram satisfatórios de acordo com a literatura pesquisada. Com relação a resistência à chama, os compósitos com resíduos de lama vermelha apresentaram características de retardo de chama do material, tornando-os atraentes para certos tipos de aplicações.

Palavras-chave: Processo Bayer; Caracterização Mecânica; Flamabilidade.

Biografia do Autor

Deibson Silva da Costa, Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Ananindeua Faculdade de Engenharia de Materiais
Faculdade de Engenharia de Materiais
Luis Felipe Alencar Brandão, Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Ananindeua Faculdade de Engenharia de Materiais
Faculdade de Engenharia de Materiais
Amanda Chaves de Azevedo, Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Ananindeua Faculdade de Engenharia de Materiais
Faculdade de Engenharia de Materiais
Hellen Cristina Mendonça Coelho, Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Ananindeua Faculdade de Engenharia de Materiais
Faculdade de Engenharia de Materiais
José Antônio da Silva Souza, Universidade Federal do Pará Faculdade de Engenharia Química
Faculdade de Engenharia Química
Publicado
2018-06-27