AS INTERFERÊNCIAS DO RACIONAMENTO DE ÁGUA NA OPERAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DO DISTRITO FEDERAL

  • Gabriel Alves Teixeira Universidade Católica de Brasília
  • Pedro Henrique Soares da Cunha Universidade Católica de Brasília
  • Nelson Lucas de Queiroz Souza Universidade Católica de Brasília
  • Carlos da Costa Ferreira Universidade Católica de Brasília
  • Beatriz Rodrigues de Barcelos Universidade Católica de Brasília
  • Ana carla de Freitas Vasconcelos Universidade Católica de Brasília
  • Igor Gonçalves Dornelas Universidade Católica de Brasília
  • Pedro Augusto Ribeiro Rodrigues Universidade Católica de Brasília
  • João Victor Alves Neto Universidade Católica de Brasília

Resumo

Diante da maior crise hídrica da história do Distrito Federal (DF), órgãos e entidades públicas decidiram pelo racionamento, de seis em seis dias, nas regiões mais afetadas. Entretanto, não se sabia ao certo se isso refletiria nas propriedades da água ou se prejudicaria os sistemas de distribuição, gerando consequente aumento das tarifas. Neste sentido, o presente estudo visa analisar as interferências do racionamento de água na operação da rede de distribuição do DF. O trabalho foi desenvolvido com base em dados obtidos juntos a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (CAESB) e análises de efluentes coletados em pontos distintos do DF. De acordo com a análise dos resultados, a Companhia de Saneamento da Capital informou que já tem em andamento obras que aumentarão sua produção em 34%, apesar disso, até o momento, não se tem previsão para o fim do racionamento, pois isso depende do volume das precipitações supervenientes. A companhia tem tomado os devidos cuidados durante os cortes no fornecimento, a fim de evitar a variação brusca de pressão, potencialmente prejudicial. Além disso, tem-se tomado os outros devidos cuidados técnicos durante os procedimentos de corte, evitando potenciais problemas. Informou ainda que o custo dessas medidas não é repassado ao consumidor. Entretanto, foi adicionada uma tarifa de contingência (custo a mais para ao que o ultrapassar o consumo de 10 m³/mês) a fim de evitar o consumo desenfreado.

Palavras-chave: Racionamento; Distrito Federal; Crise Hídrica.

Publicado
2018-06-27