GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - BRASIL

  • Juliane Borba Minotto Superintendência de Infraestrutura, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Ruane Fernandes de Magalhães Superintendência de Infraestrutura, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Eveline Araujo Rodrigues Superintendência de Infraestrutura, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

A geração de resíduos sólidos é consequência secundária e inevitável da realização das atividades de ensino, pesquisa, extensão e administrativas de qualquer instituição de ensino superior. A UFRGS é a maior universidade pública do estado e gera mensalmente toneladas de diferentes tipos de resíduos sólidos. O Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) é um dos instrumentos da PNRS (Lei N° 12.305/2010) e sua elaboração é obrigatória para fins de licenciamento ambiental para grandes geradores, tais como a UFRGS. Assim, o presente trabalho busca apresentar relatos de experiências e análises das ações envolvendo a gestão dos resíduos sólidos gerados atualmente na UFRGS. Para tanto, foram identificados treze tipos de resíduos sólidos diferentes, dos quais foram analisadas: as medidas de gerenciamento interno, as ferramentas de controle ambiental dos contratos de gerenciamento externo, as ações estabelecidas para melhoria de gestão, e as dificuldades de gestão de resíduos na Universidade. Mais de 90% dos tipos de resíduos apresentam medidas de gerenciamento interno e cerca de 77% apresentam contratos específicos para gerenciamento externo, sendo que todos os contratos analisados possuíam instrumentos de controle ambiental. Seis ações que visam a melhoria da gestão de resíduos na UFRGS foram também apresentadas. No entanto, apesar do grande avanço alcançado nos últimos anos, a Universidade ainda precisa transpor algumas dificuldades a fim de atender integralmente ao preconizado pela PNRS.

Palavras-chave: Resíduos sólidos; Gestão; Desafios e perspectivas.

Biografia do Autor

Juliane Borba Minotto, Superintendência de Infraestrutura, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Bióloga licenciada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Especialista em Direito Ambiental Nacional e Internacional, Mestre em Microbiologia Agrícola e do Ambiente e graduanda do curso de Direito da mesma Universidade. Trabalha como serviora técnica na UFRGS, no Departamento de Meio Ambiente e Licenciamento (DMALIC/SUINFRA) desde 2012.
Publicado
2018-06-27