LOGÍSTICA REVERSA E LEGISLAÇÃO AMBIENTAL DOS PNEUS INSERVÍVEIS NO BRASIL

  • Camila Simonetti Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos
  • Anderson Leffa Bauer Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos
  • Fernanda Pacheco Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos
  • Bernardo Fonseca Tutikian Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos

Resumo

Na atualidade, observa-se de forma geral uma tendência em diversos setores no mercado em busca da sustentabilidade ambiental, onde se verifica um processo de conscientização em relação aos impactos gerados ao meio ambiente decorrentes das atividades humanas. Em especial, o pneu inservível se torna um elemento importante nesta cadeia sustentável, pelo prejuízo causado devido a sua disposição incorreta. Neste contexto se introduz a logística reversa para o descarte adequado destes elementos inservíveis. Com vista ao que foi mencionado, este artigo apresenta um panorama geral da produção de pneus no Brasil, indicando a logística reversa de pneus usados e inservíveis, demonstrando a problemática ambiental ocasionada pela disposição incorreta deste resíduo no meio ambiente. Também foi feita uma revisão acerca da legislação ambiental brasileira vigente para controlar o descarte inadequado deste material. A metodologia deste trabalho foi baseada em pesquisa bibliográfica e documental, bem como consulta a sites de instituições correlatas da cadeia de logística reversa de pneus inservíveis no país. Durante a pesquisa, notou-se o aumento do rigor de órgãos públicos governamentais através da elaboração de diretrizes, bem como o esforço do setor privado na criação de uma rede de logística reversa. De forma a complementar a logística reversa, também é importante o aproveitamento dos pneus inservíveis, seja através do beneficiamento energético, aplicações na construção civil ou fabricação de artefatos de borracha.

Palavras-chave: Logística reversa; Pneu inservível; Legislação ambiental.

Publicado
2018-06-27