AVALIAÇÃO DA COMPOSTAGEM DE CAMA DE AVIÁRIO COM PODA

  • Aloma Hancke Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Priscila Soraia da Conceição Ribeiro
  • Hernan Vielmo

Resumo

A grande demanda de alimentos, em especial a carne de frango, tem intensificado a geração de resíduos orgânicos no processo de produção, recebendo maior atenção pela grande quantidade gerada, a cama de aviário. A reutilização desta como fertilizante orgânico de maneira empírica, sem a realização de análises químicas, desperta uma preocupação com os impactos negativos que pode ocasionar ao meio. Deste modo, uma alternativa de manter a qualidade do fertilizante orgânico, é submete-lo ao processo de compostagem. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência da compostagem da cama de aviário associada a poda vegetal gerada no ambiente urbano. O processo foi conduzido na área experimental da UTFPR-FB, em formato de pilha. O monitoramento do processo ocorreu semanalmente, onde efetuou-se as análises de teor de água, teor de sólidos e pH. Durante o processo observou-se o desenvolvimento adequado dos parâmetros de pH, teor de sólidos e teor de água, resultando em um composto final sem cheiro e com aspecto de terra, com valores de pH (água) 9,97, 1,30% nitrogênio, 1,49% fósforo 1,30% potássio e uma redução do teor de sólidos voláteis de 27,3%. Por fim, verificou-se a eficiência do processo em proporcionar um fertilizante orgânico composto, com teores de macronutrientes recomendáveis pela legislação brasileira.

Palavras-chave: Resíduos orgânicos; Fertilizante orgânico; Impactos.

Publicado
2018-06-27