APROVEITAMENTO DOS RESÍDUOS LENHOSOS: UMA ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL PARA PROJETOS DE MANEJO FLORESTAL

  • Iracema Maria Castro Coimbra Cordeiro Fazenda Agroecológica São Roque
  • Paulo Luiz Contente de Barros
  • Lorena de Almeida Coimbra Universidade Federal Rural da Amazônia

Resumo

No setor florestal quantidades de sobras de madeira de menor valor comercial, chamados tradicionalmente de resíduos, muitas vezes são destinadas erroneamente, quer seja na floresta após a exploração ou quando processadas. A falta de destino dessa matéria-prima pode causar sérios problemas ao meio ambiente. Dentro desta perspectiva realizou-se o presente estudo, com o objetivo de discutir o aproveitamento dos resíduos da exploração florestal manejada e sugerir como fonte alternativa para a fabricação de móveis artesanais. Por tanto se torna necessário obter informações sobre as características físicas das espécies e tipo de resíduos gerados de forma a subsidiar o uso adequado desses materiais. Desse modo foi realizado o levantamento após o encerramento das atividades de exploração do Projeto de Manejo florestal Sustentável (PMFS) da Fazenda Agroecológica São Roque, município do Moju, onde foram realizadas visitas, anotações, registros fotográficos para identificação e observação da qualidade dos resíduos. Da lista das espécies contidas no inventário selecionou-se Pau Roxo (Peltogyne paniculata Benth) e Angelim Pedra (Dinizia excelsa Ducke). Foi verificado que são deixados na floresta resíduos, como galhos, raízes, sapopemas e toras tortuosas que apresentam grande potencial como fonte alternativa para moveis rústicos e demais produtos artesanais contribuindo para o menor desperdício e a diminuição a pressão sobre as florestas nativas.

Palavras-chave: Resíduos lenhosos; móveis artesanais; Amazônia.

Publicado
2018-06-27