CARACTERIZAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS GERADOS NO CÂMPUS DA UTFPR-FB

  • Cristian Eduardo Spicker Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
  • Willian Cucchi Bottin Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
  • Carlos André Dal Berto Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
  • Sávio Silva Duarte Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
  • Naimara Vieira do Prado Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
  • Priscila Conceição Ribeiro Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
  • Maico Chiarelotto Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão

Resumo

Desde o início do século XX, o panorama nacional apresentou inúmeras mudanças relacionadas ao consumo de materiais e atrelado a ela, a geração de resíduos sólidos. Com isso, conhecer as características dos materiais gerados é de suma importância na aplicação das próximas etapas do gerenciamento, como por exemplo, o dimensionamento de coletores e locais de acondicionamento. Sendo assim, o presente trabalho teve como objetivo realizar uma análise gravimétrica na UTFPR câmpus Francisco Beltrão. Realizou-se a separação dos resíduos em classes pré-determinadas, além de uma classificação de acordo com as características de cada material, obtiveram-se dados de peso e volume, onde foram aplicadas análises de média e desvio padrão. Como maior média em peso obteve-se os dados dos resíduos orgânicos, porém com a aplicação do processo de compostagem tal fração é tratada de imediato dentro do câmpus, como a maior média volumétrica foram encontrados os dados referentes aos rejeitos, que possuem grande variedade de materiais em sua composição, os quais poderiam ser reciclados se bem segregados, estes em sua totalidade, são enviados ao aterro sanitário municipal. Sendo assim, constatou - se necessária a utilização de alguns métodos para que se obtivesse uma melhor separação dos resíduos. Um método fundamental para atingir esse objetivo, são atividades de sensibilização ambiental, que podem auxiliar na instrução e reflexão da comunidade acadêmica. As quantificações podem auxiliar futuramente no dimensionamento e disposição de coletores para cada classe de resíduo, aumentando a visibilidade e melhorando a segregação por parte da comunidade acadêmica.

Palavras-chave: Análise gravimétrica; Gerenciamento de resíduos; Estatísticas descritivas.

Biografia do Autor

Cristian Eduardo Spicker, Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
Acadêmico do Curso de Engenharia Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Francisco Beltrão (UTFPR-FB). Aluno voluntário no projeto de pesquisa: Desenvolvimento e Implementação de um Programa de Gerenciamento dos Resíduos Sólidos do Campus Francisco Beltrão da UTFPR.
Willian Cucchi Bottin, Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
Acadêmico do Curso de Engenharia Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Francisco Beltrão (UTFPR-FB). Aluno voluntário no projeto de pesquisa: Desenvolvimento e Implementação de um Programa de Gerenciamento dos Resíduos Sólidos do Campus Francisco Beltrão da UTFPR.
Carlos André Dal Berto, Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
Acadêmico do curso de Engenharia Química da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Francisco Beltrão (UTFPR-FB). Aluno voluntário no projeto de pesquisa: Desenvolvimento e Implementação de um Programa de Gerenciamento dos Resíduos Sólidos do Campus Francisco Beltrão da UTFPR.
Sávio Silva Duarte, Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
Acadêmico do Curso de Engenharia Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Francisco Beltrão (UTFPR-FB). Aluno voluntário no projeto de pesquisa: Desenvolvimento e Implementação de um Programa de Gerenciamento dos Resíduos Sólidos do Campus Francisco Beltrão da UTFPR.
Naimara Vieira do Prado, Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
Licenciada em Matemática pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2008). Engenheira Agrícola pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2010). Especialista no ensino de matemática financeira e estatística pela Universidade Paranaense (2010). Mestre em Engenharia Agrícola - PGEAGRI - UNIOESTE (2012). Doutorado em Estatística e Experimentação Agronômica pela Universidade de São Paulo (ESALQ/USP). Atualmente é professora na Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR, Campus Francisco Beltrão. Tem experiência na área de estatística, atuando principalmente nos seguintes temas: Geoestatística e Análise estatística de dados, estatística experimental.
Priscila Conceição Ribeiro, Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
Professora Auxiliar, Nível 2, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Francisco Beltrão (UTFPR - FB), onde atua como docente do curso de graduação em Engenharia Ambiental. Atua também no curso de especialização EaD Práticas Educacionais em Ciências e Pluralidade (UAB), na Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Dois Vizinhos. Possui mestrado em Engenharia Civil, pela Universidade Federal de Viçosa (2012); pós-graduação Lato Sensu em Educação Empreendedora, pela Universidade Federal de São João Del-Rei (2014); graduação em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de Viçosa (2010). Tem experiência na área de Engenharia Ambiental, com ênfase em Engenharia Sanitária. Experiência nas áreas de ensino de nível superior (Gerenciamento e Tratamento de Águas, Gerenciamento e Tratamento de Resíduos Sólidos).
Maico Chiarelotto, Universidade Tecnológica Federal do Paraná câmpus Francisco Beltrão
Possui graduação em Engenharia Ambiental pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR (2015), técnico em meio ambiente pelo Instituto Federal do Paraná - IFPR (2014), mestrado em Engenharia Agrícola (Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental) pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE (2018), é doutorando em Engenharia Agrícola (Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental) pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE. Atualmente é professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus de Francisco Beltrão, do curso de graduação em Engenharia Ambiental. Atualmente é professor da Faculdade Iguaçu - Campus Capanema, do curso de graduação em Administração. Tem experiência na área de Engenharia Ambiental, com ênfase no gerenciamento e tratamento de resíduos sólidos orgânicos, gerenciamento e tratamento de água de abastecimento, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão de resíduos sólidos, compostagem, vermicompostagem, uso de adubos orgânicos no solo, produção vegetal com adubos orgânicos e tratamento de água de abastecimento.
Publicado
2018-06-27