Inscrições   CIEducA | 12FIRS

       

      Matérias relacionadas ao setor de resíduos sólidos

      Celebrado Acordo Setorial para Logística Reversa de Embalagens em Geral

      No dia 25 de novembro, no Ministério do Meio Ambiente, em Brasília, com a presença da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, foi celebrado o Acordo Setorial para Implantação do Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral.


      Noticia 01 2016

      De acordo com a ministra, “a inclusão dos catadores de materiais recicláveis foi essencial para a implementação dessa logística reversa, assim como a colaboração da classe empresarial, que produz as embalagens e está presente para colaborar com a retirada desses materiais do meio ambiente, de forma com que o País tenha um crescimento, econômico e social, sustentável”.

      O Acordo está previsto na Lei Federal nº. 12.305/2010 (Política Nacional de Resíduos Sólidos), que estabelece a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, imputando a fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes a implementação de Sistemas de Logística Reversa, mediante retorno de produtos caracterizados como embalagens após o uso pelo consumidor.

      Conforme divulgado no websíte do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos, a implantação do sistema compreenderá as embalagens contidas na fração seca dos resíduos sólidos urbanos ou equiparáveis, tais como as embalagens de papel e papelão, plástico, alumínio, aço, vidro, ou ainda pela combinação destes materiais, e as embalagens cartonadas de longa vida.

      O acordo foi assinado por cerca de 20 associações do setor empresarial, de indústrias de produção de diversos tipos de embalagens, o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis e o governo federal.

      “Essencialmente, o Ministério do Meio Ambiente mediou as negociações para que seja feita a separação de materiais seco e orgânico, a redução de resíduos e o encaminhamento de embalagens para o mercado de reciclagem”, explica a diretora de Ambiente Urbano do MMA, Zilda Veloso.

      A íntegra do Acordo Setorial está disponível no seguinte endereço eletrônico: http://www.sinir.gov.br/documents/10180/93155/Acordo_embalagens.pdf/58e2cc53-3e38-420a-97fd-dba2ccae4cd3

      Apesar da proposta de Acordo Setorial ter sido debatida durante quatro anos e realizada Consulta Pública sobre a proposta de texto, entre os meses de setembro e novembro de 2014, os municípios reagiram através da Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento – Assemae.

      Um documento conjunto foi enviado ao MMA, requerendo que o governo federal respondesse ao questionamento dos municípios antes da assinatura do acordo setorial.

      Segundo o presidente da Assemae, Aparecido Hojaij, os mais de cinco mil municípios brasileiros não podem ser excluídos das decisões que impactam diretamente o dia a dia das cidades. “As políticas públicas devem assegurar o protagonismo dos serviços municipais de limpeza urbana. Por isso, estamos unindo forças para que a participação do ente federal municipal seja viabilizada em um processo do qual ele é titular.

      Veja na íntegra a manifestação dos municipios http://www.ambientelegal.com.br/a-farsa-da-logistica-reversa-de-embalagens/