Identificação dos fatores para a baixa efetividade do sistema de Coleta Seletiva no Município de Manaus/AM.

  • Isabela Cristina de Lima Guedes

Resumo

O crescimento populacional desordenado é um fator preponderante para o aumento da produção de resíduos sólidos na área urbana da cidade de Manaus. Em virtude disso, observa-se um problema de ordem tanto ambiental, relacionado ao manejo e destinação incorreta dos resíduos, quanto social, ligado à geração de renda das famílias por meio da coleta para reciclagem. Essa geração de renda parte de uma das diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos, a lei 12.305/2010, que instrui melhorias para a inclusão social dos catadores na cadeia de reciclagem. O trabalho foi desenvolvido no intuito de demonstrar os problemas enfrentados pela coleta seletiva na sua implantação e gerenciamento na cidade, e utilizou o método de entrevistas para a obtenção dos resultados da pesquisa. As entrevistas foram realizadas com os responsáveis pelas entidades coletoras de resíduos, a partir das quais obtiveram-se as informações para a identificação das principais falhas do programa como: deficiência na implantação, fiscalização e uma resistência quanto a adesão da população, identificando-se a falha no alcance de metas da coleta seletiva, principalmente em relação a expansão dos seus participantes, apesar dos anos de aplicação e evolução nos seus índices com projetos como conscientização ambiental. Medidas como a publicidade correta da coleta e a própria educação ambiental foram destacadas como medidas simplistas e de resultados imediatos, porém é necessário o engajamento tanto do poder público quanto da população para que se dê a importância necessária para o programa.

Biografia do Autor

Isabela Cristina de Lima Guedes

Autores: 

Isabela Cristina de Lima Guedes1(isabelaclguedes@hotmail.com), Amanda Cristina Souza Barreto2(amanda.c.s.barreto@gmail.com)

1 Universidade Nilton Lins

2 Universidade do Estado do Amazonas

Publicado
2019-06-14