ESTUDO DO COMPORTAMENTO FÍSICO DOS COMPONENTES DO PEIXE E AVALIAÇÃO DA GERAÇÃO TRANSIENTE DE EFLUENTE PROVENIENTE DE FRIGORÍFICO DE PEIXES

  • Ana Paula Sone Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Camilo Freddy Mendoza Morejon Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Resumo

O trabalho objetivou o estudo do comportamento físico dos componentes do peixe e a geração transiente de efluente proveniente de frigorífico de peixes para estimativa do sistema de acondicionamento de efluentes industriais. A metodologia contemplou a identificação das características físicas de cada um dos componentes do peixe em água, de modo a explicitar à comparação das densidades desses componentes, bem como o monitoramento da vazão e da velocidade de geração de efluentes visando o dimensionamento dos sistemas de acondicionamento de efluentes. Foi constatado que o filé, a carcaça, as escamas, a barbatana dorsal espinhosa, a barbatana anal, as barbatanas peitorais, a barbatana pélvica, a barbatana caudal, o opérculo, as brânquias, a cabeça, os rins e o couro decantam e o olho, intestino e gordura (que esteve presente junto aos demais componentes do peixe) flutuam. Foi determinado que no período das 13h00minn até as 15h00min e das 16h00minn até as 17h00min ocorre maior geração de efluentes líquidos no frigorífico de peixe em estudo. De modo geral o frigorífico de peixe, com capacidade de processamento de 12 toneladas, gerou 133 m3 de efluentes por dia.

Publicado
2019-06-14