BIODIGESTÃO AERÓBIA DE MATÉRIA ORGÂNICA PARA PRODUÇÃO DE ENERGIA COMO ALTERNATIVA DE REAPROVEITAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

  • Luciana Lopes Kuramoto Moreira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - IFG

Resumo

Tendo em vista a indiscutível necessidade de redução da disposição de resíduos sólidos no meio ambiente e do grande potencial energético advindo do tratamento destes, em um país continental como o Brasil, o uso destes rejeitos é uma opção extremamente viável para a produção de energia renovável. A partir disso, o objetivo deste trabalho foi apresentar um processo de geração de energia a partir da biodigestão aeróbia da matéria orgânica presente em resíduos sólidos, tendo em vista que o processo de urbanização, além de gerar uma quantidade expressiva de resíduos, também exige a potencialização do sistema energético. Para isso, o mesmo foi composto de várias etapas: coleta de resíduos sólidos, separação de materiais orgânicos, biodigestão de compostos orgânicos, produção de pellets, teste de queima, entre outras. Os resultados mostraram que a matéria orgânica, após passar por todos os processos de preparação, é sim capaz de ser uma fonte de calor contínua para utilização em sistemas de produção de energia.

Biografia do Autor

Luciana Lopes Kuramoto Moreira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - IFG

 Autores

Luciana Lopes Kuramoto Moreira (kuramoto.arktetura@gmail.com),

Marcos Aurélio Leandro Alves da Silva (marcos_aurelio.silva@hotmail.com),

Guilherme Lima Stival Santos (guilhermelssantos17@gmail.com),

Elisangela Cardoso de Limas Borges (elisangela.borges@ifg.edu.br),

Fernando Pereira de Sá (fernando.fpsa@ifg.edu.br)

 

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - IFG

Publicado
2019-06-14