AVALIAÇÃO DOS RISCOS AMBIENTAIS ASSOCIADOS À DISPOSIÇÃO INADEQUADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS E EFLUENTES DOMÉSTICOS EM BELÉM, PA

  • Bruna Mykaelle Pereira da Silva Universidade Federal Rural da Amazônia

Resumo

O saneamento básico é considerado um direito fundamental para o indivíduo e a coletividade, sendo imprescindível para a qualidade de vida das pessoas. A disposição inadequada dos resíduos sólidos e a deficiência do sistema de saneamento causa diversos impactos socioambientais, como os identificados para o município de Belém. O estudo teve como objetivo verificar a conjuntura dos moradores do bairro do Marco e os possíveis riscos ambientais que possam ser gerados pela disposição inadequada de resíduos sólidos e efluentes domésticos. A fim de se compreender a percepção dos moradores aplicou-se 100 formulários compostos de 12 questões, para a obtenção de informações relacionadas ao manejo de resíduos e despejo de efluentes. Constatou-se que 58% dos entrevistados não possuem fossa séptica, 11% despejam resíduos sólidos dentro dos canais ou em suas proximidades e, ainda, 90% acreditam que os alagamentos estão relacionados aos resíduos sólidos gerados e descartados adequadamente. Logo, é importante a conscientização da população para conservar a natureza e, consequentemente, proporcionar benefícios ao bem-estar social.

Biografia do Autor

Bruna Mykaelle Pereira da Silva, Universidade Federal Rural da Amazônia

Bruna Mykaelle Pereira da Silva1 (mika_ely@hotmail.com), Andrew Wallace Palheta Varela1(andrewallace_dm@hotmail.com), Leoni Monteiro de Sousa1 (leonimonteiro.lm@gmail.com), Gustavo Francesco de Morais Dias1 (gustavo_dias01@hotmail.com)

1 Universidade Federal Rural da Amazônia