CONSUMO EXAGERADO OU NECESSÁRIO? SERÁ QUE PRECISO MESMO DISSO?

  • Clarissa Gaspar Massi Universidade Estadual de Londrina - UEL
  • Eloiza Cristiane Torres Universidade Estadual de Londrina
  • Edson Henrique Gaspar Massi Universidade Estadual de Londrina

Resumo

Muito se tem discutido sobre a destinação dos resíduos sólidos, entretanto, a questão do consumo de maneira exagerada acaba não sendo muito debatida. O consumo exagerado e a obsolescência programada dos produtos, estão ligados com as questões culturais, ambientais, econômicas, dentre outros. O presente artigo faz parte da dissertação do mestrado em Geografia pela Universidade Estadual de Londrina, onde foram abordadas e realizadas atividades com as crianças da Casa do Caminho em Londrina-PR. As atividades procuraram discutir, pensar e buscar soluções para outros hábitos de consumo. A metodologia empregada é a investigação/ação, parte de uma concepção crítica da educação ambiental com base na prática educativa de Paulo Freire (método dialógico e participativo). Verifica-se no final do trabalho a busca de soluções para as questões referentes ao consumo exagerado e os resíduos sólidos. A educação ambiental proporciona a formação de sujeitos críticos, que saibam tomar decisões frente às questões socioambientais inseridas no seu cotidiano, tornando-se capazes de promover mudanças.

Palavras-chave: Educação Ambiental; Consumo; Resíduos Sólidos.

Biografia do Autor

Clarissa Gaspar Massi, Universidade Estadual de Londrina - UEL
Doutoranda em Geografia pela Universidade Estadual de Londrina, Mestra em Geografia pela Universidade Estadual de Londrina, bolsista CAPES. Aluna da especialização em Direito Constitucional e Direito Administrativo pela Centro Universitário Estácio Uniseb. Especialista em Direito Ambiental pela Universidade Estadual de Londrina, Técnico em Meio Ambiente pela Universidade do Norte do Paraná-UNOPAR. Licenciada em Geografia pela Faculdade de Teologia e Ciências- FATEC. Graduada em Direito pela Faculdade Norte Paranaense. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Ambiental e Educação Ambiental. Professora convidada do curso de especialização em Direito Ambiental da Universidade Estadual de Londrina.
Eloiza Cristiane Torres, Universidade Estadual de Londrina
Possui Licenciatura e bacharelado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, licenciada em Pedagogia pela Fatecc/kurios, mestrado e doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e pós doutorado pela Universidade Estadual de Maringá com estágio na Universitá degli Studi di Gnova-Italia .Atualmente é professora associada da Universidade Estadual de Londrina, lecionando na graduação, mestrado/doutorado, é coordenadora da especialização em ensino,é orientadora no PDE e no PIBID. Atua principalmente com: Educação Ambiental, Educação Especial e Ensino de Geografia.
Edson Henrique Gaspar Massi, Universidade Estadual de Londrina
Graduado em Engenharia Ambiental pela Faculdade Pitágoras de Londrina (2016). Aluno da Especialização em Economia Ambiental pela Universidade Estadual de Londrina (2017). Cursou a disciplina de Economia Ambiental e Ecologia como aluno especial do mestrado em Economia Regional-UEL (2017). Mestrando em Bioenergia pela Universidade Estadual de Londrina (2018). Tem experiência em Gestão de Resíduos Sólidos, Educação Ambiental, Monitoramento de Áreas Degradadas e Arborização Urbana. CREA-PR 166619/D
Publicado
2018-06-27